Em português

SwaTantra vem num tempo de transformação, através de vivências individuais e grupais satisfazer nossas aspirações de vincular espiritualidade a sexualidade !

„ESPAÇO AMOR“ WORKSHOP TANTRICO

Um dia para vivenciar em primeiro plano a sua própria pessoa. A partir desse estado perceptivo a experiência com outra pessoa e com você mesma pode tomar dimensões expandidas.
Num espaҫo protegido você pode vir a expressar o que você é, sente, percebe.
A sua participaҫão em cada sugestão (exercício) é livre e natural, respeitando seus limites e sua decisão .
As técnicas usadas são yôga, bioenergética, danҫa, meditacão, toque e massagen.
SwaTantra-Workshop não é o que projetamos e sim uma situaҫão que revela, conscientiza-nos de como agimos, pensamos, em que acreditamos e o que somos.
SwaTantra significa sua própria técnica de expansão.
Não existe copulaҫao no workshop.
Também nao é necessário ficar nu.

INFOS SOBRE O WORKSHOP „ESPAÇO AMOR“
Local: Porthal de Luz Centro Olístico
R. Arciprestes Manoel Teodoro, 864 – Batista Campos, Belém – PA
Tel. +55 91 98169-6303
Meu e-mail: mail@swatantra.de
Facebook: Blanda Ribeiro
Tel. +49(0)521.1366424  Alemanha

87 (2)

 SOBRE MIM

Blanda Faro Ribeiro, 1959.
Eu estou dividindo minha experiência tantrica com você.
Moro na Alemanha, vindo de Belém do Pará aos 25 anos de idade.
Desde meu contacto com Osho aos 18 anos comecei a me envolver com Tantra.
Treino de Tantra no Instituto „Secret of Tantra° em Lübnitz, Alemanha
Professora de Yoga „Yoga Vidya“ (Shivananda tradiҫão ), Alemanha.
Flui Swásthya Yôga nas minhas aulas.
Terapeuta no metodo Homeopatia Subtilis
Tel. +49(0)521.1366424  Alemanha

 

 

INSCRIҪÃO, através deste formulário você se inscreve para o workshop
„Espaҫo Amor“ (no momento não há oferta)

O seu nome (obrigatório)

O seu e-mail (obrigatório)

O seu telefone (obrigatório)

O seu endereҫo (obrigatório)

Data de nascimento (obrigatório)

Assunto

A sua mensagem

O que NÃO é Tantra:

• Swingers clube configuração para casais ou indivíduos viverem finalmente suas fantasias eróticas com um toque oriental.
• Seminários onde pessoas inibidas sexualmente através de psico-blá-blá tentão resolver seus problemas e esperam no final ficar com alguém.
• Mortificação ascética sob instrucões dos gurus indianos autoritários ou rigorosos monges tibetanos.
• Codename para seminários de procura de parceiros e uma boa oportunidade para no final ganhar alguém para uma noite agradável.
• Soft gestalt terapia adicionada com algum erotismo, que é oferecido sob o rótulo de „Tantra“ a preços elevados para médicos e empresários entediados.
• Grito e catarse programa à la Poona nos anos setenta.
• Horas esotéricas de arrepiar os cabelos, com técnicas da nova era como: crânio de cristal, UFO meditacão, numerologia, mestres ascensionados, iluminação por imposicão das mãos ou projeção astral.

O que Tantra realmente É:

• Seminários onde você pode relaxar e se aceitar sem precisar usar máscaras. Corpo, mente e percepcão sao cultivados, sensibilizados. Muitas vezes são seminários onde eros é vivenciado, salas agradáveis e bem cuidadas, cheirosas, agradáveis, musica energizante e calmante.
• Um programa criado com cautela garante que ninguém se sinta mal. Uma nova experiência em um espaҫo consciente se faz possível para homens e mulheres, para solteiros e para casais.
• Seminário em que ocorre um processo intensivo de auto-descoberta, tendo especialmente eros, sexualidade e parceria em foco. Aqui você pode checar e questionar suas crenças na área erótico-sexual. Ao mesmo tempo, você tem um grupo disponível num processo conjunto e pode obter valiosos feedback e apoio.
• Tal configuração tantrica é destinada a pessoas capazes de processar uma transformacao sem transtornos. Pessoas profundamente traumatizadas, cujo tema possa causar um desiquilibrio, sobrecarregando à si mesma e ao grupo, recomendamos procurar ajuda terapêutica bem fundamentada. Depois de um processo terapêutico bem sucedido, um seminário de Tantra pode muitas vezes ser o lugar certo para reunir experiências positivas.

(Texto inspirado em e extraído do autor Silvio Wirth, Secret of Tantra)
    ******

“Eros, ou força erótica, é uma qualidade da energia vital que se manifesta somente através da consciência humana. Ele não está presente no reino animal. Esse impulso gera uma atração que vai além do impulso biológico. Ele se assemelha à paixão, pois ele é um encantamento; um fogo que cresce e arrebata. E quando somos arrebatados por esse poder, somos capazes de fazer muitas coisas em nome dele. Eros é a coisa mais próxima do amor que o ser humano não desperto pode experimentar. Ele nos dá uma ‘amostra grátis’ do amor real, o que impulsiona nossa busca por ele, e consequentemente pela unidade.”
“As distorções dos princípios vitais feminino e masculino, que se manifestam como agressividade e submissão, nascem da necessidade de retirar energia do outro. Energia significa amor – essa é a energia que alimenta o universo. O desamor é o que gera as distorções. Assim, a entidade humana, movida pelo desamor, passa a vida tentando conquistar o amor, mas tudo o que ela consegue é gerar mais desamor. O submisso gera mais ódio no agressivo porque ativa nele a violência do masculino distorcido; e o agressivo ativa ainda mais a submissão do feminino distorcido. Esse é o núcleo da guerra neste planeta.”

O amor é o poder que permite que transcendamos todas as nossas limitações. Nosso trabalho é remover tudo aquilo que nos impede de manifestar esse poder. Nosso desafio é remover as capas temporárias formadas pelo karma; capas que fecham nosso coração e restringem nossa capacidade de amar. Somente um coração aberto pode colocar o amor em movimento; e somente quando o amor está em movimento, ou seja, está sendo compartilhado com todos, a ascensão é possível. Portanto, nosso maior desafio é sustentar o coração aberto em todas as situações da vida.”

O medo é a antítese do amor; ele está sempre ligado ao ódio. Outros aspectos do eu inferior, como o orgulho e a obstinação, se conectam a ele, mas saber disso não vai te ajudar muito. O que pode te ajudar é olhar de frente para o medo e ver o que está por trás dele. O medo é um guardião que está a serviço de proteger apegos; é o sintoma de um desencaixe interno, uma insatisfação. E você evita entrar em contato com isso porque talvez seja necessário mudar alguma coisa na sua vida. Mas, como um buscador da Verdade, você precisa ter coragem de olhar e se perguntar: Quem é esse que vê a vida como uma ameaça? O que esse medo está escondendo? Assim você desarma o guardião e se torna um explorador da consciência.”

„Ao perceber-se visitado pelo medo, lembre-se de ocupar o corpo. Volte para o momento presente e coloque-se total na ação. No momento presente não existe medo, pois o medo está relacionado a uma fantasia a respeito do futuro, que é construída a partir de experiências do passado. O medo é um excesso de controle. No aqui/agora não existe necessidade de controlar, você simplesmente se move de acordo com o fluxo – a existência te leva. Mas, para isso, é preciso confiar, e a confiança é uma fragrância da presença.”